16 de nov de 2010

OBA! FILME PARA DOWNLOAD! AS MASSAGISTAS PROFISSIONAIS - 1976

Comentários:
Outro grande filme de 1976...  era de ouro de nossa querida Wilza Carla, onde ela estreou mais do que uma dúzia de filmes num curto período de 3 anos(sem contar que o ano de 1976, ela estrelou na TV, seu papel de maior sucesso, Dona Redonda, que é lembrada até hoje!). Bons tempos aqueles, onde toda a graça, beleza e talento de Wilza Carla podiam ser apreciados a todo momento!
"As Massagistas Profissionais" é mais uma daquelas comédias dos anos 70 que dá gosto de ver! Simples, com um leve(?) toque de sacanagem, mas com a diversão assegurada, para os fãs ou não dessa diva do cinema brasileiro! Um bom divertimento a todos!
Ficha Técnica:
AS MASSAGISTAS PROFISSIONAIS, 1976, Rio de Janeiro, RJ.
Direção: Carlo Mossy;
Elenco: Edson Rabelo, Wilza Carla, Marta Moyano, Amândio Silva Filho, Kathleen Campos, Marta Anderson, Fernando Reski, Hugo Bidet, Yara Stein, Adele Fátima, Idel Alberto, Moacyr Deriquén, Lícia Magna, Teresa Bento, Luiz Antônio Piá, Tutu Guimarães, Fátima Leite, Vera Lúcia, Carlos Nowil.

Sinopse:
A academia de massagens “Mãos de Ouro”, após demitir duas massagistas que exageravam em suas habilidades, contrata duas roceiras, campeãs de um concurso de ordenha: Vírgínia e Berta. As duas se hospedam numa pensão perto da academia e se interessam pelo jovem Duda, cuja idéia fixa é mulher. Duda ataca todas as mulheres que pode e é sempre bemsucedido. Até que conhece a mulher do chinês Fung-Ku, professor de karatê. O chinês persegue o rapaz para surrá-lo, enem Dona Maria, dona da pensão, consegue detê-lo. A perseguição a Duda vai até a academia de massagens. Dr.Brochard, dono da academia, míope e esclerosado, confunde Duda e o contrata como professor. Duda está como gosta, feliz no meio de tantas massagistas maravilhosas, mas só não quer nada com Virgínia e Berta, que não fazem exatamente o tipo sonhado por ele. As duas resolvem vigiar as garotas do rapaz, que continua sendo perseguido por Fung-Ku.

Nenhum comentário:

Postar um comentário